in

Bolsonaro indica que ‘não haverá abandono a qualquer indivíduo’ na pasta de Direitos Humanos – Jovem Pan FM

Dida Sampaio/Estadão ConteúdoBolsonaro falou sobre o tema no Twitter

Depois de retirar referência à população LGBT das competências do novo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (3) que nenhuma pessoa deixará de ser atendida pelas diretrizes da pasta.

“Não haverá abandono de auxílio a qualquer indivíduo nas diretrizes de Direitos Humanos. A Secretaria Nacional da Família, Secretaria Nacional de Proteção Global e o Conselho Nacional de Combate à Discriminação ficarão responsáveis por este papel.”

A declaração foi publicada nas redes sociais de Bolsonaro, que nomeou para cuidar desses assuntos a advogada e pastora evangélica Damares Alves, que tem se envolvido em sucessivas polêmicas – em relação a todos os tópicos de que cuidará.

Damares foi gravada ao dizer que há “uma nova era no Brasil” em que “menino veste azul e menina veste rosa“. A ministra tentou se justificar: “Fiz uma metáfora contra a ideologia de gênero, mas meninos e meninas podem vestir azul, rosa, colorido”

Um dia antes, quando disse que o “Estado é laico” mas ela é “terrivelmente cristã“, Damares havia afirmado que a estrutura para a comunidade LGBT será mantida. “Vamos lutar pelo combate a todos os tipos de preconceitos.”

Fonte Oficial: https://jovempan.uol.com.br/noticias/brasil/bolsonaro-indica-que-nao-havera-abandono-a-qualquer-individuo-na-pasta-de-direitos-humanos.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Segredos dos Famosos.

Comentários

Ana Furtado relaxa em rede na piscina durante tempo offline – O Fuxico