in

Donas de ONG são presas por suspeita de inventar crime para arrecadar dinheiro – Jovem Pan FM

Reprodução/InstagramAs proprietárias haviam postado no Instagram que a ONG tinha sido roubada e que elas haviam sido agredidas

A presidente da ONG para animais abandonados, Pata Voluntária, e mais duas voluntárias foram presas nesta sexta-feira (5), em Maceió, por suspeitas de fraudes para arrecadar dinheiro de seguidores da página. Há alguns dias, elas publicaram uma informação no Instagram de que “a ONG havia sido roubada, as mulheres agredidas e que os animais estavam sem nada”.

“Estamos em pânico, com medo, sem forças pra nada, mas infelizmente não temos a opção de parar pra nos recuperar, temos que lutar pelos animais que resgatamos, pois eles não têm mais ninguém no mundo a não ser nós aqui e vocês. Os animais estão sem nada e não temos de onde tirar, o que tem na sede principal só dá para os animais doentes, estamos desesperadas. Por misericórdia imploramos que ajudem”, dizia trecho do post.

No entanto, de acordo com o delegado Bruno Lima, o assalto se tratava de um golpe. “O delegado responsável pelo caso, Leonam Pinheiro, disse que tinha indícios que se tratava de um golpe e hoje, infelizmente, as informações se confirmaram. A ONG existe, mas as mulheres criaram esse factoide para levantar dinheiro para proveito próprio”, disse Lima. Segundo ele, as mulheres confessaram o crime. A presidente é Amropali Pedroso Mondial e uma das voluntárias Nayane Petrucia Silva Barros.

Os delegados responsáveis pela prisão afirmaram que, além do crime de estelionato, elas vão responder por falsa comunicação de crime, pelo post comunicando o suposto assalto, e guarda ilegal de animais, por criar animais silvestres sem autorização.

Lima declarou que o abrigo era muito menor do que o exposto nas redes sociais e que utilizava vídeos de resgate de outros locais. Ele assegurou ainda que a preocupação no momento é com os animais, que já estão recebendo atenção dos veterinários. Sobre os silvestres, o delegado falou que “já conseguiram termo de compromisso do veterinário para que os animais sejam entregues imediatamente ao Ibama”.

Boletim de Ocorrência

Nesta manhã, a Pata Voluntária fez um post com a foto de dois Boletins de Ocorrência, pedindo desculpas aos seguidores do Instagram pela demora em registrar o crime, alegando que na quinta-feira (4) “ainda estavam completamente em choque devido ao trauma”.

Elas agradeciam aos delegados Leonam Pinheiro e Bruno Lima, este último também deputado estadual de São Paulo, além do procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, pelo apoio dado na ocasião.

Contas bancárias somavam R$ 300 mil

A ONG Pata Voluntária postava, com recorrência, pedidos desesperados de ajuda na página do Instagram. Alguns famosos, como Bruna Marquezine, já haviam inclusive feito posts em suas redes divulgando a organização.

Segundo Pinheiro, o dinheiro arrecadado com a fraude estava distribuído em três contas bancárias e somava R$ 300 mil reais. “Elas tinham um montante absurdo, podiam ajudar os poucos animais que existiam no abrigo.”

Fonte Oficial: https://jovempan.uol.com.br/noticias/brasil/donas-de-ong-sao-presas-por-suspeita-de-inventar-crime-para-arrecadar-dinheiro.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Segredos dos Famosos.

Após cogitar renúncia, Kajuru volta atrás e diz que ficará no cargo de senador – Jovem Pan FM

Autor da Lei do Divórcio será inscrito no Livro dos Heróis da Pátria – Jovem Pan FM