in

Os últimos 140 anos de transformações da cidade de São Paulo ganham exposição inédita na Casa da Imagem – Glamurama

Viaduto Santa Ifigênia em foto de 1949 || Créditos: Divulgação / Acervo MCSP

A transformação da vila colonial na atual metrópole de São Paulo é tema de exposição e joga os holofotes sobre seus habitantes, a evolução nos meios de transporte e aspectos urbanos da expansão do território. Com curadoria de Henrique Siqueira e Monica Caldiron, a mostra “Equações da Metrópole”, que abre as portas no próximo dia 28 na Casa da Imagem, é composta por 124 obras do acervo fotográfico do Museu da Cidade de São Paulo, além de dois filmes de Benedito Junqueira Duarte.

Embora a característica mutante da cidade percorra toda a exposição, o conjunto de imagens comparativas da paisagem predominantemente rural com as vistas da São Paulo verticalizada se sobressai na parte inicial. Os registros da construção do Anhangabaú no início do século passado também são impactantes.

Um módulo especial será dedicado a Valério Vieira, autor que transitou de modo multidisciplinar pela fotografia, pintura e música. Em destaque está o “Panorama de São Paulo”, de 1922, obra captada em cinco chapas de negativo e ampliada em papel fotográfico, sobre a qual Vieira realizou uma intervenção com pintura. Com 16×1,4 metros, até hoje é considerada um recorde na fotografia analógica, mostrando os bairros da Luz, Santa Ifigênia e Campos Elísios em 180 graus. Um must go para quem é apaixonado pela maior cidade do país, como o Glamurama. Agende-se!